Refugiados

by - quarta-feira, setembro 23, 2015


Desde o verão que não se fala noutra coisa. Estamos a assistir a uma das maiores crises humanitárias desde a II Guerra Mundial. Muitos são aqueles que tentam chegar à Europa, e muitos aqueles que morrem a tentar. À medida que o tempo vai passando maior é o número de refugiados que vai chegando diariamente. Mas a grande questão do momento é Devemos aceitar os refugiados? Devemos abrir as nossas fronteiras? Deixo aqui alguns argumentos para quem acha que todos são terroristas e que isto é um mega esquema para destruir toda a Europa e acabar com a cristandade.

Eu acho que devemos aceitar os refugiados pela razão mais simples de todas. Os refugiados são seres humanos, e precisam de ajuda. Não acho que alguém sai do seu país de livre vontade, se não se sentir obrigado a tal. As pessoas quando migram (dentro do seu país ou internacionalmente) vão sempre à procura de uma vida melhor, sobretudo os refugiados que viajam em condições desumanas, por vezes, muitas vezes com crianças, sem destino certo, cruzando a morte no seu percurso. Acho que ninguém o faz se o perigo que corre em sua casa não for maior.

Os muçulmanos não são todos extremistas islâmicos. Para quem defende que isto é tudo um mega estratagema dos terroristas islâmicos só tenho uma coisa a dizer: CRESÇAM E PENSEM POR VOCÊS MESMOS! Acham mesmo? Tanta gente desesperada? A sério que não consigo entender de onde vem tamanha idiotice. Certamente que foi ideia de algum desmiolado. Os terroristas islâmicos representam apenas uma pequena parte da população muçulmana. Aliás, tenho a certeza que se perguntássemos a uma quantidade de muçulmanos o que acham acerca desta guerra em nome de Alá, acredito que muitos se mostrariam desgostosos com a situação.

"Os Sírios são todos um parvos que não sabem nada" esta é uma que tenho visto muito! A sério? Alguém tem visto os noticiários e lido aquilo que as fontes fidedignas dizem? Ou andam só a mandar postas de pescada para dizerem que têm uma posição? Até fico atordoada quando vejo tamanhos disparates. Aos ignorantes: se ouvissem sequer as notícias saberiam que muitos desses refugiados também têm cursos superiores, têm profissões honestas, e venderam (ou viram destruído) tudo o que tinham para conseguirem fazer esta jornada.

Já para não falar que, como é do conhecimentos público, toda a Europa tem problemas de natalidade. Há falta de jovens para assegurar o futuro de uma população cada vez mais envelhecida.

Quantas mais pessoas precisam morrer para que se apercebam de que percebam que isto é um problema real e urgente? O que não faltam aí são campanhas para ajudar por isso deixo-vos aqui a ligação para um artigo do Expresso Online onde acho que está tudo muito bem explicado.

E fica aqui também um vídeo que achei e que acho que, para quem não entende, porque é que esta migração em massa está a acontecer. E para quem entende também, porque acho que o vídeo está mesmo bom. E para quem não entender bem o inglês, podem pôr legendas, eu achei que até estavam bastante corretas.



Bem, e agora vou entrar na parte em que vos vou citar algumas partes da Declaração Universal dos Direitos do Homem. 

  • Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade. Onde anda a fraternidade daqueles contra o acolhimento dos refugiados? Pois, talvez não tenham nascido tão dotados de razão e consciência assim. 
  • Todo o indivíduo tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal. Está-me a querer parecer que esta é uma das razões pelas quais os refugiados existem... porque em suas casas não tinham liberdade, segurança e a sua vida estava em risco.
  • Toda a pessoa sujeita a perseguição tem o direito de procurar e de beneficiar de asilo em outros países. É preciso dizer mais alguma coisa? Acho que isto diz tudo.
E sabiam que existe um documento que fala também dos direitos do refugiados...? Sim, porque eles também têm direitos! Peço desculpa aos meus leitores, porque acho que a maioria é gente normal que (espero) não diz barbaridades destas, mas a verdade é que esta situação me revolta de tal forma...
Margarida

You May Also Like

4 comentários

  1. O ano passado fiz um trabalho para filosofia em que recorri aos mesmos argumentos. No entanto, temos de entender que de facto esta crise abre as portas aos criminosos, nomeadamente ao tráfico de humanos. É claro que eles não têm culpa do que está a acontecer nos seus países, mas a europa devia era resolver a situação. Parar a guerra, alterar os governos. Mas se pensarmos bem estas guerras dão muito jeito aos países que fornecem armamento e a europa tem alguns assim.
    É tudo muito complicado e não sei se se arranjará uma solução.

    ResponderEliminar
  2. estou basicamente na mesma posição que tu. aliás até fiz um post no meu blog sobre o tema onde recorri ao mesmo video que tu :)

    beijinhos
    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Concordo plenamente contigo!

    Ainda bem que não sou a única a pensar assim :)
    www.schoolcouture.blogspot.com

    ResponderEliminar