Expetativas

by - domingo, outubro 18, 2015

Não tenhas expetativas e nunca serás desiludido.
Andava pelo facebook a scrollar e a apreciar o peso que já não sinto às costas... o peso que termina a dia 15 de cada mês quando se acaba o alvoroço no mail da Blogazine, porque pertencer à direção e gerir esta revista não é fácil... 

Mas passado isso à frente, estava também a pensar que há já uns dias que não escrevo nada aqui para vocês, e ainda há mais tempo que não escrevo nada de qualidade, e ainda há mais tempo que não abro um único blog que sigo.

E depois lembrei-me de um post no blog Uma Colher de Arroz em que a Ivânia fala de alguns blogs, entre os quais, aqui o Cheiro a Maresia, e esse é o tipo de post que todos gostamos de "receber". Aqueles em que nos elogiam e divulgam, aqueles em que as pessoas reconhecem o nosso trabalho e o apreciam, apreciam-no ao ponto de dizer abertamente "Eu gosto deste blog apesar de ser novo e pequenino". E isso para mim significa mais do que possam imaginar.

E então eu pensei "E o que é que eu vou escrever depois de tamanho elogio? Agora há uma expetativa, não posso desiludir a Ivânia!" e depois logo a seguir a minha consciência, que a propósito, não é um grilo, lembrou-me o porquê de escrever um blog... e sobre o que são os meus posts. Os meus posts nunca são sobre nada. Ao início nunca são nada, depois a meio transformam-se em alguma coisa, e quando dou por mim já se transformou numa coisa completamente diferente.

E por isso, vamos voltar ao tema. Expetativas. É sempre muito mais fácil agir quando não há qualquer tipo de expetativa. Quando ninguém espera nada, quando ninguém se preocupa. É sempre mais fácil quando sentimos que não temos de impressionar ou corresponder às expetativas de alguém. É sempre mais fácil.

Mas as expetativas também nos ajudam a manter um certo padrão, uma certa qualidade. Quando sentimos que os outros estão a contar connosco, quando nos desafiamos sempre a superar-nos a nós mesmos, tentamos sempre chegar mais longe, fazer melhor, e isso é bom. Porque mais importante do que não desiludirmos os outros, não nos devemos nunca desiludir a nós mesmos.
Margarida

You May Also Like

2 comentários

  1. continua o otimo trabalho querida! Adoro os teus posts por isso mesmo, porque chegas sempre a conclusões e reflexões mais profundas :), de facto as expectativas podem ser algo tão saudável e ao mesmo tempo tão destrutivo, se por um lado "exigem" de nós um certo grau de qualidade, por outro também podem magoar nos quando colocamos a fasquia demasiado alta
    tem uma otima semana <3
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Parabéns!
    Gostei do seu blog, vou começar a segui-lo:). Espreite o meu, se gostar, siga-me também;). Bjs

    http://Meninaricameninapobre.blogspot.com

    ResponderEliminar